Sobre mim

Eu1Encantei-me com a arte ainda criança. Comecei a estudar pintura aos oito anos de idade, com minha tia Marika Duarte, e nunca mais parei. Daquela época até hoje, já aprendi a pintar e desenhar sobre vários suportes, a costurar e bordar, a tricotar, a fazer crochê, a modelar argila, esculpir madeira, encadernar livros, fotografar, e hoje o meu meio de expressão preferido é a técnica mista, que me permite usar todos esses recursos para criar a minha arte. De arquiteta e urbanista passei a arte-educadora e, depois de ver os efeitos do fazer artístico sobre as “minhas” crianças, a arteterapeuta convicta e apaixonada. Na companhia de pessoas competentes e queridas, participo de um grupo que estuda as interfaces entre arte e gestalt-terapia. Nossas reuniões renderam um livro que muito me orgulha, e sobre o qual temos recebido retornos gratificantes: Arte como Espelho: experimentos em arte terapia gestáltica, organizado pela  Drª Ana Maria M. Kiyan e pelo psicólogo Ricardo Bonante, publicado pela Editora Altana. Da arteterapia para a psicologia foi um pulo – sou também psicóloga, especializada em Gestalt-terapia e em coordenação de grupos na abordagem fenomenológica. Em todas essas atividades e estudos, algo que sempre me intrigou e encantou é a forma pela qual estabelecemos relações conosco, com as pessoas que nos cercam e com o mundo em geral, e em como cuidamos dessas conexões para que elas mantenham-se sempre saudáveis. Este interesse me levou a iniciar minha pesquisa em Comunicação Não-Violenta e Práticas Restaurativas que, hoje em dia, são recursos aos quais recorro constantemente em  minha vida, inseparável de minha atuação profissional.

Depois de muito tempo achando que tinha dois pés esquerdos e nenhuma coordenação motora, retomei uma atividade que sempre me deu um prazer enorme: a dança. Em criança, estudei ballet clássico por muitos anos, mas nunca me achei especialmente talentosa. Foi nas Danças Circulares que recuperei a capacidade de me expressar através do corpo, inicialmente aprendendo com grandes mestres; mais tarde, sem deixar nunca de buscar cada vez mais conhecimento,comecei a focalizar rodas e também a coreografar.

Hoje me dedico a cuidar de cuidadores como eu, a atender pessoas que acreditam no infinito potencial de transcender do humano, a usar a arte como instrumento de auto-conhecimento e de realização e a procurar ampliar e compartilhar cada vez mais o meu pequeno repertório de conhecimento sobre os mistérios da vida e do mundo. Atualmente integro toda essa bagagem que fui adquirindo durante a vida para colocá-la a serviço. Minha missão é ajudar pessoas a descobrir e superar bloqueios que as impedem de expressar-se plenamente no mundo e, portanto,  detém o fluxo da vida. Através da escuta e da expressão artística, auxilio pessoas a contarem suas próprias histórias e a recuperarem sua própria voz, oferecendo a elas a possibilidade de manifestarem  seus potenciais no mundo de forma íntegra e bela.

Se você é uma pessoa que deseja conhecer-se melhor e melhorar a qualidade do contato com o mundo ao seu redor, se também vê a arte e as danças como necessárias para uma vida plena, ou se apenas ficou curiosa (o), entre em contato comigo.

Veja o meu perfil  no LinkedIn.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s